×

25/07/2017 17:36

Geral

Pesquisa revela condições de trabalho no Judiciário do RS

Sindjus aplicou amplo questionário aos servidores das 168 Comarcas

 

O Sindjus RS promoveu uma ampla pesquisa junto à categoria, nas 168 Comarcas do Estado, a fim de verificar as condições de trabalho no Judiciário gaúcho. Por meio de um questionário com 121 questões foram avaliados itens como ambiente e organização dos locais, e o impacto na saúde dos servidores.

Os resultados revelam importantes questões, como o aumento da quantidade de trabalho e processos nas Comarcas, além do número insuficiente de servidores para dar conta da demanda. Entre os problemas de saúde apontados estão dor nas costas, pescoço e ombros, em função de movimentos repetitivos e posturas desconfortáveis que a atividade laboral exige.

No que se refere a saúde mental, o Self-Report Questionaire (SRQ) 20, utilizado para rastrear transtornos psíquicos não psicóticos, apresentou alteração para 52,3% dos entrevistados. Nos últimos quatro anos, 65,7% dos trabalhadores precisaram realizar algum tratamento de saúde.

Ao avaliar os resultados, o Sindicato entende que é urgente a adoção de medidas que contribuam para melhorar o ambiente de trabalho e, consequentemente, a saúde da categoria. Como exemplo é possível citar a redução da jornada, reposição quando da ocorrência de aposentadorias, institucionalização das pausas, limitação da carga diária de trabalho, entre outros.

O resultado completo da pesquisa, bem como a avaliação do Sindjus pode ser encontrado na página "Saúde do Trabalho", dentro da seção "Nossas Lutas" no site da entidade, ou clicando neste link.

 


 

Palavras-chave: "pesquisa" "Judiciário" "saúde" "trabalho"


Notícias Relacionadas

/
/
Nenhum notícia relacionada encontrada.

 


 

 

Acesso Rápido

Nossas Lutas

 

 

Convênios